Páginas

sexta-feira, 27 de maio de 2011

O Diabo veste Prada

No domingo, estava assistindo com a família o Diabo Veste Prada, eu já havia visto antes, mas sabe como é cada vez q lemos um livro, mesmo q pela décima vez, vemos o filme, conversamos com alguém, sempre temos olhares diferentes, dependendo de como estamos, pois somos seres mutáveis.
E foi exatamente assim que aconteceu comigo ontem, da primeira vez q vi apenas havia pensado, "nossa como esse filme é engraçado". Mas dessa vez foi diferente, eu estou no momento muito delicado da minha vida, sabe quando se tem tudo e lhe falta algo, pois bem é assim que está. Me vi como a personagem :
Andrea "Andy
Eu sou super largada com esse negócio de moda exagerada, eu gosto de inventar a minha moda kkk, q nem sempre é aprovada claro, mas nem ligo não, então assim como a personagem sempre critiquei um pouco algo em que hj estou trabalhando.
É um monte de gente cheios de status, salto altos, maquiagens e blá blá, e eu sou a menina do canto que usa óculos e não larga o all star sujo por nada, sabe q no ínicio eu tava até me incomodando, pensei em tentar me vestir melhor, ficar parecida com os outros funcionários , mas minha essência não é essa, não sou ligada ao ter, sou ser totalmente!!!!Piscadela
Além disso tenho um chefe como a: Miranda
não nesse mesmo lugar q trabalho , mas em outro, sabe aquelas pessoas detentoras do conhecimento, acreditam q o mundo rode em torno do umbigo deles, meio isso sabe, isso é uma canseira pra mim. Eu não sei liderar, mas gosto de ser guiada por alguém q tenha humildade e sabedoria pra isso ( sabedoria divina) que é a melhor, pois consegue fazer o que tem que fazer sem pisar em ninguém.Desanimado

Nenhum comentário:

Postar um comentário