Páginas

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Tempo

 Sei que muita gente fala mal da Sandy, não tenho vergonha nenhuma em falar que a dupla que ela fazia com o irmão, embalaram toda minha infância e adolescência, e principalmente de forma muito sadia, as músicas infantis e infato - juvenis de antigamente traziam a ingenuidade que os cantores de hj em dia para essa fachetária não trazem mais.

Eu sei a Sandy tem esse jeito meio fresquinha e tal, mas naquela época eu não queria ser uma Britney muito menos uma Madonna, gostava do jeito singelo q a Sandy passava, aí depois comecei a me identificar mais com as duas cantoras q citei anteriormente sem uso de drogas ou muitas loucuras lógico kkkk.

Foi dito muito coisa do novo CD - Manuscrito, as referencias q ela usa até tem haver com o que eu curto nesse momento, mas não é um dos meus CDs favoritos, mas gosto dela como autora e nesse trabalho ela ela fala muito da intimidade dela de uma Sandy q poucos percebem...a letra da música abaixo traduz meu estado de espírito hj, meio triste...mas ... 

Sandy

Invernos
Impérios
Mistérios
Lembranças
Cobranças
Vinganças

Assim como a dor
Que fere o peito
Isso vai passar
Também

E todo o medo, o desespero
E a alegria
E a tempestade, a falsidade
A calmaria
E os teus espinhos
E o frio que eu sinto
Isso vai passar
Também

Saudades
Vaidades
Verdades
Coragem
Miragens
E a imagem no espelho
Como a dor
Que fere o peito
Isso vai passar
Também

E todo o medo, o desespero
E a alegria
E a tempestade, a falsidade
A calmaria
E os teus espinhos
E o frio que eu sinto
Isso vai passar
Também

Isso vai passar
Isso vai passar
Isso vai passar
Também
Isso vai passar
Isso vai passar
Também

Isso vai passar

Nenhum comentário:

Postar um comentário