Páginas

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Friedrich Nietzsche

"Minha solidão não tem nada a ver com a presença ou ausência de pessoas… Detesto quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia….”

Quando li esse trecho de  Nietzsche me emocionei, pois de repente encontrei uma garotinha que nunca mais eu havia visto, eu mesma na verdade, hoje me encontro cristã e sei q as ideias do cara não batem tanto com as ideias cristãs,  até por já ter estudado Filosofia, e nessa época nem sabia direito o siguinificado de Deus, hoje releio alguns escritos filosóficos que tenho e por incrível q pareça, até pq já tenho um outro olhar em relação a eles, muitos falam de Deus e adorei descobrir isso.

Enquanto ao fato de ser só,  como o trecho refere, ele fala bastante de mim, como quase tudo q Nietzsche escreve e me identifico na hora. A Solidão pra mim sempre foi constante em todas as fases da minha vida, mas a algum tempo estou eufórica por pessoas e amigos ao redor, com sede de multidão, grupos, sei lá.
No entanto quando me vejo no meio delas toda aquela sensação eufórica e feliz se esvai, não são aquelas pessoas que quero, não esse o grupo. E respondo a mim mesma, era melhor está sozinha. Era melhor esta em casa com meus cachorros. Pois, sempre me sinto sozinha entre eles. Por que??

Por que eles roubam a minha Solidão e não me oferecem nada em troca, são só conversas vazias, atitudes sem propósitos...por muitas vezes me sinto a estranha no ninho, me dá uma vontade de GRITAR e chamar a atenção de toda aquele gente pra mim...mas pra que? 
Eles nem iriam entender e eu ainda seria tachada de louca. Sim sou louca e gosto disso, pq aprendi a direcionar minha loucura a quem não desvia minha solidão para nada, sou louca por Deus, pois ele me oferece a verdadeira companhia. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário