Páginas

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

HIMBA

Encontrado na região desértica do noroeste da Namíbia e no sul da Angola, esse grupo étnico é conhecido pela tradição de passar na pele e no cabelo uma mistura de ocre vermelho, gordura e resina aromática como forma de proteger a pele contra o sol forte e o clima seco do deserto, além de evitar picadas de mosquitos.
Com uma população atual de cerca de 50 mil pessoas, esses homens e mulheres faziam parte do grupo Herero que migraram da África Oriental, no século 16. Os Himbas permaneceram na região norte de Kaokoland, enquanto os Herero se dirigiram para o sul.

⇒ meninos e meninas Himba são identificados com cortes diferenciados de cabelo;
⇒ os meninos têm apenas uma trança virada para trás e as meninas possuem duas tranças caídas sobre o rosto. As garotas Himba, quando chegam à puberdade, usam várias tranças cobertas com a tradicional mistura de ocre;
⇒ as mulheres ainda se vestem de forma tradicional, com apenas uma saia de pele de animal e muitos adereços;
⇒ o colar de conchas mostra a feminilidade das mulheres Himba e o pedaço de couro na cabeça indica o seu estado civil;
⇒ os homens desse grupo podem ter mais de uma esposa e, quando se casam, usam um tecido na cabeça;
⇒ suas casas são construídas com madeira, barro e esterco em volta de um lugar para manter o rebanho e o local do fogo sagrado;
⇒ os homens pastoreiam o rebanho e as mulheres fazem a maior parte dos trabalhos, como trazer água, cuidar das crianças, tirar leite das vacas;
⇒ os Himba vivem da criação de gado, ovelhas e cabras, e as vacas só são abatidas em ocasiões especiais;
⇒ esse grupo étnico se alimenta, basicamente, de mingau de milho e leite com adição de carne de cabra;
⇒ para os Himba, o fogo sagrado reverencia e se comunica com os ancestrais, considerado um local para ocasiões especiais.

http://viagemempauta.com.br/2015/01/06/povo-himba-da-namibia/


Nenhum comentário:

Postar um comentário